(41) 98899-9587
(41) 3323-4647
contato@noemiaingracio.adv.br

5 dicas de Aposentadoria do INSS

5 dicas de Aposentadoria do INSS

5 dicas do INSS

Você quer descobrir as 5 dicas de Aposentadoria que o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) sugere às pessoas que estão próximas de receber o benefício? Confira esse texto e saiba mais!

 

A aposentadoria é um dos objetivos da maioria dos trabalhadores brasileiros. Após anos de trabalho, o que o trabalhador mais quer é poder desfrutar de anos tranquilos para poder aproveitar mais a vida e a família.

 

Mas isso tudo pode ser adiado se o trabalhador não tomar algumas medidas para garantir sua aposentadoria.

 

As leis previdenciárias estão em constante atualização e o trabalhador deve ficar atento com todos os detalhes.

 

Por conta disso, o INSS desenvolveu algumas dicas para que o trabalhador tenha seu direito assegurado. Além disso, sempre é recomendado que se tenha o acompanhamento de um profissional para auxiliar nesta etapa importante.

 

Abaixo, você pode conferir essas 5 dicas! Não perca tempo e leia agora mesmo.

Tenha toda a documentação exigida

Muitos dos pedidos de aposentadoria negados pelo INSS é devido a falta de documentos. 

 

No século passado não existia um sistema online onde tudo o que o trabalhador fez, as empresas que atuou e todas as prestações do INSS eram de fácil acesso. Por conta disso, há muitos casos em que os registros possam estar incorretos.

 

O trabalhador precisa reunir toda a documentação necessária para que o pedido de aposentadoria seja analisado corretamente e ele tenha seu direito garantido.

 

A documentação varia de trabalhador para trabalhador, pois cada pessoa tem uma trajetória de emprego diferente. Algumas começaram a trabalhar no campo, outras já possuíam registro desde o momento e existiam também os trabalhadores sem registro.

 

Com todas essas variáveis, é necessário que se tenha a relação de documentos correta para que não ocorra nada negativo na solicitação da aposentadoria.

 

Neste ponto, é extremamente recomendado que o trabalhador conte com o auxílio de um especialista para que se reúna todos os documentos solicitados.

Esteja atento com a contagem do seu tempo de contribuição

Como falamos, antigamente não existia um sistema online unificado que se pudesse registrar todos os eventos de um trabalhador.

 

Por conta disso, a contagem de tempo de contribuição pode sofrer mudanças. O registro de alguns anos pode ter se perdido e por isso é essencial que o trabalhador fique atento neste ponto.

 

Não são raras as vezes que esses períodos não são reconhecidos e o trabalhador se vê forçado a trabalhar por mais alguns anos.

 

Para garantir que o todo o tempo de seu trabalho esteja correto, o contribuinte precisa ter toda a documentação, como prova do que realmente aconteceu.

 

Para provar o tempo trabalhado, por vezes é necessário que se recorra a pedido de aposentadoria via judicial. Contar com um especialista nesta etapa pode fazer toda a diferença.

Verifique se você não tem direito a Aposentadoria Especial

A Aposentadoria Especial é uma condição especial da aposentadoria que permite que o contribuinte se aposente em um menor tempo e muitas vezes, sem diminuição no valor do benefício.

 

Ela é concedida para as pessoas que desempenharam funções com risco à saúde. Mesmo que o trabalhador não tenha desempenhado funções com risco à saúde durante toda sua vida, é possível obter benefícios com isso. Um deles é ter uma contagem diferenciada de tempo devido às funções de risco.

 

Mas em todo caso, é necessário uma análise e estudo criteriosos para se verificar se o tempo de trabalho de risco é elegível para a aposentadoria especial.

 

Um especialista em direito previdenciário poderá fazer essa análise e garantir que o trabalhador tenha seus direitos garantidos.

Confira os cálculos feitos pelo INSS (eles podem errar)

O INSS também erra! E quase sempre os erros prejudicam o valor do benefício do contribuinte.

 

Por isso é essencial que no momento que o benefício for concedido se faça uma auditoria dos cálculos. Isso garante o benefício correto para o agora, ex-trabalhador.

 

É comum que os erros do INSS gerem prejuízos consideráveis à longo prazo para os aposentados. Há casos em que se constatou uma perda de mais de R$ 100.000,00 ao longo de um extenso período.

 

Os erros do INSS podem surgir de várias fontes, como falta de informação ou mesmo o não reconhecimento de períodos e salários.

 

Por isso é essencial que se faça essa conferência. Caso o contribuinte perceba que o INSS errou em seu benefício, é direito pedir uma revisão do valor. Isso deverá ser feito via judicial e sendo reconhecido o erro, o valor do benefício é corrigido.

 

Caso o trabalhador precise de auxílio, o especialista em previdência poderá auditar esses cálculos, além de representar os interesses no momento de solicitar a revisão do benefício.

Pedido de aposentadoria negado? Recorra!

Seu pedido de aposentadoria foi negado? Recorra! Não são raras as vezes que o benefício só é concedido após o recurso solicitado pelo contribuinte. Esse recurso poderá ser feito via judicial ou por via administrativa.

 

Muitas vezes o INSS barra o pedido de aposentadoria por inconsistências de informações ou até mesmo a falta de algum documento. 

 

Para que não se perca todo o processo, recorrer da decisão pode garantir a resolução do problema de uma forma mais rápida.

 

Já pensou em não se preocupar com o seu processo de aposentadoria? Ter a certeza que sua solicitação está cumprindo todas as regras e que será somente questão de tempo até que a solicitação seja aprovada?

 

Conte com o nosso auxílio! Somos especialistas em direito previdenciário, tendo auxiliado dezenas de clientes após as alterações das regras de aposentadoria.

 

Entre em contato conosco e solicite um atendimento.

 

Se gostou do texto, compartilhe nas redes sociais e nos siga em nossos perfis!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.